Café do Ponto é bom

Hoje iremos falar se o famoso café do Ponto é bom, qual a sua história, quais são seus produtos e muitas outras informações que você vai gostar. 

Pegue sua xicara de café e senta que lá vem história.☕

Ver Café do Ponto na Amazon/cart/button/Color

Contando com mais de 90 lojas distribuídas por mais de 15 estados brasileiros (incluindo Pernambuco, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Goiás, além do Distrito Federal), e com a incrível marca de 2 milhões de xícaras de café servidas diariamente, o café do Ponto se torna uma das maiores produtoras de café

Sendo distribuída por todo o Brasil, a marca conta com diversos produtos em sua gama de produção: café tradicional, forte, exportação, descafeinado, solúvel, especial para café expresso, gourmet, aromatizados e regionais, além de filtros de papel e acessórios fazem parte do acervo de bebidas oferecidas. 

Torrando e moendo mais de 48 mil quilos de cafés todos os dias em suas instalações, o Café do Ponto possui uma grande parte de cafés servidos no Brasil. 

História do Café do Ponto

Todos os dias alguns cafeicultores se reuniam no mesmo local sagradamente, e nessas reuniões eles conversavam e bebiam muito café, foi quando decidiram montar uma pequena torrefação na cidade de Cafelândia, Interior de São Paulo. Denominando o nome do local de ponto do café.

Então em 1950 com a liderança dos irmãos Hattori, foi inaugurada a marca dos agricultores, decidindo que o nome da marca seria Café do Ponto sendo alusiva aos encontros que faziam todos os dias. 

Como bons visionários os Irmãos  Américo Sato, Kiyoshi Sato levaram para os anos seguintes muito crescimento e modernidade para dentro de suas paredes, despontando como uma das principais do mercado brasileiro em seu ramo de atividade, sendo uma das primeiras a apostar na venda de cafés em supermercados com a marca Café do Ponto tradicional (introduzido em 1972) e a lançar o conceito de café exportação e a embalagem almofada, cuja principal característica é manter inalterados o sabor e o aroma do café.

 Em 1976 a empresa resolveu apostar em um segmento não explorado no país: inaugurou uma cafeteria em São Paulo, localizada no Shopping Ibirapuera, sendo a primeira loja exclusivamente especializada em cafés do país. 

Na década de 1980 a marca lançou de forma inovadora o café descafeinado, direcionado para pessoas que querem tomar o verdadeiro café, mas com uma quantidade extremamente reduzida de cafeína. Foi em 1998 que a empresa foi vendida para a multinacional americana Sara Lee (mesma dona da Café Pilão), que recentemente aprovou a separação de seus negócios de cafés e chás em uma nova empresa batizada de D.E Master Blenders 1753.

Produtos

Com os produtos todos voltados para o público consumidor de café a empresa foi uma das pioneiras em fazer o café em pó nas almofada como vemos normalmente nos mercados, foi a primeira empresa em realizar o produto descafeinado, cafés aromatizados (produzido com grãos de alta qualidade que no processo industrial, recebem essências que lhes conferem sabor e aroma que são diferenciados, como notas de baunilha, creme irlandês e chocolate). 

Sendo um marco para a indústria do café, e em 2002 a empresa se dedica aos novos métodos de embalagens, Ideal Pack (embalagem a vácuo), em 2006 lançou o Sachê para café espresso, um produto voltado aos segmentos de escritórios, consultórios, bares, restaurantes, lojas e hotéis. Muito utilizado até hoje. 

E finalmente em 2013 a empresa segue as tendências de mercado e lança o Café do Ponto L’OR Espresso, cápsulas de café espresso compatíveis com as máquinas de Nespresso, que oferece seis opções de blends (Supremo, Decaffeinnato, Splendente, Sontuoso, Forza e Fortissimo).

Hoje no mercado o carro chefe da Café do Ponto são os três: Arauto, Exportação e Safra Especial, são distribuídos por todo o Brasil em cafeterias, bistrôs, lojas especializadas e grandes supermercados, contando sempre com os melhores produtos eles são a aposta da marca para continuar entre os melhores do mercado nacional.

Números da Empresa

Sede mundial: São Paulo, Brasil 

Proprietário da marca: D.E Master Blenders 1753 N.V. 

Capital aberto: Não (subsidiária) 

Presidente: Juan Carlos Dalto 

Lojas: 93 

Presença global: Não (presente somente no Brasil) 

Funcionários: 900 

Segmento: Cafeterias e alimentos 

Principais produtos: Cafés e derivados 

Concorrentes diretos: Fran's Café, Starbucks, Grão Espresso, Melitta, Café 3 Corações e Nescafé 

Café do Ponto é bom?

Café do ponto é bom - conheça

Sim, o café do ponto é bom pois em sua gama de produtos os ingredientes são selecionados, sempre ficando entre os primeiros em testes e certificações, trazendo excelência para as mesas dos clientes. 

Se você gosta de café como nós e gostou desse artigo que fizemos contando se o café do ponto é bom, compartilhe com seus amigos e familiares, se quiser saber mais sobre outros temas relacionados com café nos acompanhe, comente nossa publicação sobre qual café da marca você mais gosta, ficaremos felizes em responder a todos.